Bio

Radicado em Florianópolis – SC desde 1997, Leo Garcia é natural de Porto Alegre – RS, Brasil, 1964, e é músico profissional desde 1986.

Entre 1980 e 1984, ainda em sua cidade natal, teve aulas particulares com o professor/guitarrista Francisco Silva (Zezé/Clube do Guitarrista Gaúcho), e aulas de Teoria Musical e Percepção Auditiva na Escola de Música da OSPA (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre).

Depois de intensa atuação como músico e professor no cenário musical gaúcho, onde dividiu o palco com nomes como Adriana Calcanhoto, entre outros, passou a residir em Portugal.

Vivendo em Lisboa entre 1989 a 1996, desenvolveu atividades como instrumentista e professor, tendo estudado improvisação de guitarra jazz com o professor norte-americano Eddy Goltz, o professor alemão Fredo Mergner, e João Maló, um dos principais guitarristas portugueses. Lecionou no Centro de Artes Interpretativas de Trafaria, Portugal, em cursos subsidiados pela Comunidade Européia (CE) .

De volta ao Brasil, passando a residir em Florianópolis, participou de diversos cursos e oficinas com instrumentistas renomados, entre eles Arismar do Espírito Santo, Nelson Faria, Mauro Senise, Hélio Delmiro, Heraldo do Monte, Toninho Horta e Robertinho Silva, Greg Howe (onde atuou como tradutor intérprete) e Frank Gambale.

Em 2000, participou das duas apresentações do show Lendas da Ilha, de Oswaldo Montenegro, tendo participado da gravação do CD homônimo.

Seu trabalho autoral concentra-se na área de Música Instrumental, tendo várias de suas composições premiadas em festivais. Destaca-se a primeira colocação no I Festival de Música do SESC-SC, com sua composição Bom Tempo, com letra e interpretação de Silvio Mansani.

A partir daí, dividiu o palco com talentos como Yamandu Costa e João Bosco, entre outros.

Graduou-se em Licenciatura em Educação Musical na UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina), em 2004.

A partir de 2006 passou a atuar como professor da UDESC, onde lecionou por oito anos em turmas de graduação dos cursos de Música daquela Universidade, nas disciplinas de Fundamentos da Linguagem Musical (Harmonia e Contraponto), Análise Musical, Prática de Conjunto e Arranjo, e também Improvisação.

Em 2008 e 2010, respectivamente, produziu um DVD e um CD de música instrumental autoral, como integrante do quarteto Coringas.

Em 2011 realizou duas turnês pela Itália, a primeira a convite da cantora/compositora norte-americana Elisabeth Cutler, a segunda a convite de músicos italianos, atuando em mais de vinte apresentações por todo o país.

De 2014 a 2016 foi professor da Escola Livre de Música da Fundação Franklin Cascaes, em Florianópolis, lecionando as seguintes disciplinas: Violão, Guitarra, Prática de Conjunto, Tecnologia Aplicada ao Estudo e Criação Musical, Linguagem Musical e Harmonia.

Atualmente tem se concentrado no seu trabalho autoral, o Leo Garcia Trio, onde atua principalmente ao piano, e que conta com a participação de Cristian Faig (flauta, escaleta, voz, percussão), e Pablo Lazarte (violão). Este trabalho propõe uma combinação única de diversos estilos musicais em um repertório predominantemente autoral, onde se mistura elementos das músicas tradicionais de seus países de origem Brasil e Argentina, filtrados pela ótica do jazz e do pop, entre outros gêneros denominadores comuns na formação musical dos três músicos.

O resultado é um ambiente sonoro de caráter pictórico, criado através de uma variedade de configurações instrumentais, tímbricas, e rítmicas, onde se propõe a contemplação, a introspecção e a reflexão, sem abrir mão da leveza e da sensibilidade.

Atuando juntos desde o início deste ano, recentemente realizaram shows no Teatro Álvaro de Carvalho (TAC), e no Jurerê Jazz Festival 2017.