Bio

Radicado em Florianópolis – SC desde 1997, Leo Garcia é natural de Porto Alegre – RS, Brasil, 1964, e é músico profissional desde 1986.

Entre 1980 e 1984, ainda em sua cidade natal, teve aulas particulares com o professor/guitarrista Francisco Silva (Zezé/Clube do Guitarrista Gaúcho), e aulas de Teoria Musical e Percepção Auditiva na Escola de Música da OSPA (Orquestra Sinfônica de Porto Alegre).

Depois de intensa atuação como músico e professor no cenário musical gaúcho, onde dividiu o palco com nomes como Adriana Calcanhoto, entre outros, passou a residir em Portugal.

Vivendo em Lisboa entre 1989 a 1996, desenvolveu atividades como instrumentista e professor, tendo estudado improvisação de guitarra jazz com o professor norte-americano Eddy Goltz, o professor alemão Fredo Mergner, e João Maló, um dos principais guitarristas portugueses. Lecionou no Centro de Artes Interpretativas de Trafaria, Portugal, em cursos subsidiados pela Comunidade Européia (CE) .

De volta ao Brasil, passando a residir em Florianópolis, participou de diversos cursos e oficinas com instrumentistas renomados, entre eles Arismar do Espírito Santo, Nelson Faria, Mauro Senise, Hélio Delmiro, Heraldo do Monte, Toninho Horta e Robertinho Silva, Greg Howe (onde atuou como tradutor intérprete) e Frank Gambale.

Em 2000, participou das duas apresentações do show Lendas da Ilha, de Oswaldo Montenegro, tendo participado da gravação do CD homônimo.

Seu trabalho autoral concentra-se na área de Música Instrumental, tendo várias de suas composições premiadas em festivais. Destaca-se a primeira colocação no I Festival de Música do SESC-SC, com sua composição Bom Tempo, com letra e interpretação de Silvio Mansani.

A partir daí, dividiu o palco com talentos como Yamandu Costa e João Bosco, entre outros.

Graduou-se em Licenciatura em Educação Musical na UDESC (Universidade do Estado de Santa Catarina), em 2004.

A partir de 2006 passou a atuar como professor da UDESC, onde lecionou por oito anos em turmas de graduação dos cursos de Música daquela Universidade, nas disciplinas de Fundamentos da Linguagem Musical (Harmonia e Contraponto), Análise Musical, Prática de Conjunto e Arranjo, e também Improvisação.

Em 2008 e 2010, respectivamente, produziu um DVD e um CD de música instrumental autoral, como integrante do quarteto Coringas.

Em 2011 realizou duas turnês pela Itália, a primeira a convite da cantora/compositora norte-americana Elisabeth Cutler, a segunda a convite de músicos italianos, atuando em mais de vinte apresentações por todo o país.

De 2014 a 2016 foi professor da Escola Livre de Música da Fundação Franklin Cascaes, em Florianópolis, lecionando as seguintes disciplinas: Violão, Guitarra, Prática de Conjunto, Tecnologia Aplicada ao Estudo e Criação Musical, Linguagem Musical e Harmonia.

Atualmente tem se concentrado no seu trabalho autoral, o Leo Garcia Quarteto, onde atua principalmente ao piano, e que conta com a participação de Cristian Faig (flauta, escaleta e voz), Pablo Lazarte (violão), e Alexandre Damaria (percussão).